Com ou sem pandemia, Educação a Distância é valorizada na UPE

A pandemia de coronavírus deixou marcas no processo de difusão do conhecimento. Nesta sexta-feira (27), em que se comemora o Dia Nacional de Educação a Distância, essa modalidade ganha importância com o aumento da oferta de vagas e de cursos, principalmente nas instituições de ensino superior. 

O núcleo EAD da Universidade de Pernambuco (UPE) atua em 16 polos espalhados pelo estado, oferecendo oportunidades em Administração Pública, Ciências Biológicas, História, Letras e Pedagogia, com um total de 2.368 alunos. Os cursos nessa modalidade são oferecidos pela UPE desde 2006. A previsão é de que cerca de 900 alunos concluam suas graduações e especializações entre 2021/2022. O número subirá para cerca de 1,5 mil entre 2024/2025.

Novo calendário letivo da UPE define retomada de 2020 em 2021

A Universidade de Pernambuco (UPE) vai retomar o primeiro semestre letivo de 2020 no dia 8 de fevereiro de 2021. O novo calendário foi aprovado em reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) na quinta-feira (26). As aulas referentes a 2020.1 seguirão até 22 de maio, totalizando 14 semanas de duração. O período correspondente a 2020.2 será de 14 de junho a 16 de setembro.

Oficialmente, o primeiro semestre de 2021 começará no dia 13 de outubro. Os vestibulandos que ingressarem na UPE no próximo ano via Enem/Sisu terão que esperar até esta data para se tornarem universitários.

O calendário da UPE sofreu estas mudanças em virtude dos efeitos da pandemia de Covid-19. Entre setembro e novembro deste ano, a instituição atuou exclusivamente com aulas remotas em um semestre extra, com participação facultativa dos alunos.

UPE divulga calendário de matrícula do 5º Remanejamento do Processo de Ingresso 2020

A Comissão Permanente de Concursos Acadêmicos da Universidade de Pernambuco (CPCA/UPE) convoca os candidatos classificados no 5º Remanejamento do Processo de Ingresso 2020 (SSA e Sisu) a realizarem o agendamento (data e horário) da matrícula que acontece no período de 30/11/2020 a 04/12/2020 no horário de 08h às 13h, de acordo com o campus e curso de ingresso do candidato.

Leia mais...

UPE abre seleção para contratação temporária de médicos intensivistas

Foto: SES/PE

O governo do estado aprovou a abertura de seleção pública simplificada pela Secretaria de Administração para contratação temporária de 20 profissionais médicos intensivistas plantonistas para atuação no Complexo Hospitalar da Universidade de Pernambuco (UPE). A remuneração é de R$ 9.886,16. A inscrição deverá realizada pelo endereço eletrônico www.upenet.com.br no período de 27 de novembro a 1° de dezembro de 2020. A seleção será composta por etapa única, de caráter classificatório e eliminatório, que consistirá em avaliação curricular. O resultado final será divulgado no dia 10 de dezembro.

O contrato de trabalho terá prazo de validade de seis meses, prorrogável por igual período, a contar da homologação do resultado final, publicada no Diário Oficial do Estado de Pernambuco. A medida foi tomada em virtude da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do combate ao Covid-19. O Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC) é referência no estado 

Uma Comissão Executora será designada pela UPE para a criação de todos os instrumentos necessários para inscrição, avaliação curricular, recebimento dos recursos, elaboração e divulgação dos resultados, além de todos os comunicados que se fizerem necessários.

A autorização é embasada no Decreto nº 48.833, de 20 de março de 2020, que declara situação anormal, caracterizada como “Estado de Calamidade Pública”, no âmbito do estado de Pernambuco, em virtude da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus. Também se respalda Resolução nº 051, de 12 de novembro de 2020, homologada pelo Ato nº 2774, de 18 de novembro de 2020, bem como a necessidade de atender temporariamente e de excepcional interesse público à emergência em saúde pública decorrente da pandemia de Covid-19.

Candidato do estado a Medicina, Direito e Odontologia na UPE terá 10% de bônus na nota do Enem

Foto: Marli Moreira/Agência Brasil

O candidato a uma vaga na Universidade de Pernambuco (UPE) em Medicina, Direito e Odontologia terá direito a um bônus de 10% na nota do Enem se tiver cursado todo o ensino médio em uma escola do estado (pública ou privada) e morado em uma mesma região (Região Metropolitana, Zona da Mata, Agreste e Sertão). Os três cursos são os que têm mais procura por candidatos que não residem em Pernambuco. A concessão foi aprovada por unanimidade pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) da UPE.

Para o aluno egresso de escola pública, o direito ao bônus será optativo, já que ele pode concorrer pelo sistema de cotas, que representa 20% das vagas da Universidade de Pernambuco. “Se preferir o bônus, este candidato vai disputar pela ampla concorrência˜, alerta o pró-reitor de graduação e presidente do processo de ingresso da UPE, Ernani Martins.

O bônus seguirá o critério regional. Quem estudou e mora no Recife, Região Metropolitana e Zona da Mata terá acréscimo de 10% na nota de Enem nos cursos de Medicina, Odontologia e Direito oferecidos no campus Recife. No campus Garanhuns, o bônus para os candidatos a Medicina será dado a quem estudou e reside no Agreste. No campus Serra Talhada (Medicina) e no campus Arcoverde (Odontologia e Direito), o benefício será exclusivo para quem fez o ensino médio e reside no Sertão.

A medida já vale para as provas do Enem (janeiro e fevereiro de 2021) e também para o Sisu (data de inscrições ainda não divulgada), uma das formas oficiais de ingresso na Universidade de Pernambuco, que oferta 1.730 vagas neste sistema. Outras iguais 1.730 vagas são destinadas ao Sistema Seriado de Avaliação (SSA). Ao todo, a UPE dispõe de 3.460 vagas para 54 cursos distribuídos em 11 campi espalhados pelo estado.

RESOLUÇÃO